ou até finalizarem as vagas

 

HORAS

:

MINUTOS

:

SEGUNDOS

APROVEITE: ÚLTIMAS HORAS COM 60% DE DESCONTO. APROVEITE: ÚLTIMAS HORAS COM 60% DE DESCONTO.

Geração millennials: como impactam o mercado de trabalho?

A geração millennials, composta por pessoas nascidas entre o início dos anos 1980 e meados dos anos 1995, tem sido um dos grupos mais estudados e discutidos quando se trata de seu impacto no mercado de trabalho.

 

Com características e valores únicos, os millennials estão moldando o ambiente profissional de maneiras significativas, enfrentando desafios e criando oportunidades ao mesmo tempo.

 

No entanto, apesar de seu potencial de inovação e dinamismo estarem revolucionado o ambiente profissional, a realidade cotidiana desses profissionais muitas vezes é marcada por frustrações e dificuldades.

 

Entender essas nuances é fundamental para não apenas atrair, mas também reter talentos valiosos dessa geração tão influente.

 

Quer entender como? Então, siga a leitura.

O que define os millennials e como impactam o mercado de trabalho?

Criados em uma era de rápida evolução tecnológica, os millennials se destacam por sua curiosidade, audácia e aproveitamento máximo do vasto acesso à informação. Considerados a geração de transição digital, são profissionais com uma alta riqueza de ideias e opiniões.

 

Movidos por ideais, seus valores ditam o que comem, o que vestem, onde passeiam e, por óbvio, onde e como trabalham. A sua confiança deve ser conquistada e o lugar para o qual eles trabalham deve estar em sintonia com o que eles acreditam ser importante.

 

Para os nascidos nessa geração, há um forte desejo de alcançar um equilíbrio entre vida pessoal e profissional, uma das principais considerações desses profissionais ao escolher um novo emprego.

 

Não é à toa que os millennials estão repensando o papel do trabalho em suas vidas, e que suas ideias estão, sim, moldando o mercado de trabalho. Algumas das principais características geracionais distintas dessa geração que estão influenciando o ambiente de trabalho são:

 

Tecnologia como aliada

 

Uma das características mais marcantes dos millennials é sua afinidade natural com a tecnologia. Crescendo em uma era de avanços digitais rápidos, esses profissionais estão sempre buscando maneiras de incorporar novas ferramentas e soluções tecnológicas ao seu trabalho.

 

Isso tem impactado diretamente como as empresas operam, levando a uma maior ênfase na automação, na análise de dados e na comunicação digital.

 

Flexibilidade e equilíbrio

 

Os millennials também têm impulsionado mudanças significativas na cultura organizacional, valorizando a flexibilidade e o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

 

Eles priorizam um ambiente de trabalho que ofereça horários flexíveis, oportunidades de trabalho remoto e um foco na qualidade de vida. Cerca de 75% dos profissionais dessa geração considerariam procurar um novo emprego se precisassem voltar a trabalhar em regimes 100% presencial.

 

Aprendizado contínuo e desenvolvimento profissional

 

São conhecidos por sua mentalidade de aprendizado contínuo e busca por desenvolvimento profissional. Eles valorizam oportunidades de crescimento dentro das organizações e estão dispostos a investir tempo e esforço em treinamentos e capacitações que os ajudem a avançar em suas carreiras.

 

Portanto, apreciam ambientes que estimulem e satisfaçam essa ânsia por novidades e inovação. Sendo excelentes aprendizes, eles refinam metodologias já existentes na empresa e são capazes de introduzir inovações nos processos, pois estão constantemente atentos às tendências do mercado.

 

Colaboração e trabalho em equipe

 

Os millennials têm um forte desejo de pertencer a um grupo, o que se reflete em suas interações profissionais. A colaboração é fundamental para os nascidos nessa geração, que valoriza o trabalho em equipe.

 

Além disso, buscam participação ativa, independentemente de sua posição na empresa. Eles acreditam que todos têm algo a contribuir para os projetos e valorizam ambientes que incentivem essa diversidade de ideias e opiniões, buscando engajamento e contribuições significativas.

 

Assim, culturas organizacionais que promovem essa participação, tornando o ambiente de trabalho mais participativo e horizontalizado, podem experimentar um crescimento significativo nos projetos e no desenvolvimento profissional.

Por que essa geração mirou no sucesso e acertou no burnout?

 

Estar com a vida financeira em ordem, carreira consolidada e vivendo na casa própria era a expectativa dos nascidos na geração Y e que hoje já figuram entre os 30 e 40 anos. Mas, a realidade da maior parte desse grupo é bem diferente.

 

Expectativas não atendidas, alta carga de trabalho e falta de reconhecimento e oportunidades de crescimento fazem parte do sentimento de mais de 50% dos profissionais dessa geração que se dizem esgotados, aponta um estudo da Deloitte.

 

A frustração dos millennials envolve questões financeiras, profissionais e sociais, agravadas por crises econômicas e, mais recentemente, pela pandemia. Pesquisas mostram que, quatro em cada 10 millennials, ou seja, 39% dessa geração, se sentem estressados ou ansiosos no trabalho. Entre os brasileiros, essa porcentagem é ainda maior, sobe para 45% dos jovens que se sentem dessa forma.

Então, qual a melhor forma de atrair e cativar essa geração no trabalho?

 

Para que os millennials se engajem plenamente, é fundamental que se sintam ouvidos, reconhecidos e motivados. Essa geração desafia as normas anteriores ao reivindicar seu espaço para questionar tarefas e estratégias e trazer suas perspectivas ousadas e inovadoras.

 

Por isso, se as empresas querem atrair e reter esses profissionais, precisam criar um ambiente de confiança e segurança psicológica. Afinal, sentirem que suas contribuições são valorizadas e reconhecidas pelas empresas é fundamental para o seu engajamento.

 

Algumas estratégias podem ser adotadas e ajudar nesse processo. Conheça 4 estratégias:

 

1. Ofereça uma jornada flexível


Os millennials apreciam a flexibilidade em sua jornada de trabalho. Oferecer horários flexíveis, permitindo que eles adaptem seus horários de acordo com suas necessidades pessoais e profissionais, pode ser altamente atrativo para essa geração que busca constantemente o equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

 

2. Possibilite trabalho híbrido ou remoto

 

A possibilidade de trabalhar de forma híbrida, combinando dias presenciais com dias remotos, ou até mesmo trabalhar remotamente em tempo integral, é uma opção que muitos millennials valorizam. Isso proporciona mais autonomia e acomoda as preferências individuais de trabalho.

 

3. Tenha uma cultura de transparência organizacional

 

Os nascidos na geração Y valorizam a transparência e a comunicação aberta dentro das organizações. Promover uma cultura onde as informações são compartilhadas de forma clara e acessível, ajuda a construir confiança e engajamento. Dar autonomia e responsabilidade aos profissionais, demonstrando confiança em suas habilidades e contribuições, fortalece o senso de pertencimento e comprometimento dessa geração.

 

4. Crie programas de incentivo ao crescimento profissional

 

Os millennials estão constantemente em busca de desenvolvimento profissional e oportunidades de crescimento. Por isso, oferecer programas de capacitação, mentorias, feedback construtivo e planos de carreira claros demonstra o compromisso da empresa em investir em crescimento e desenvolvimento, o que é uma ótima maneira de cativar essa geração.

Prepare-se para esse cenário

 

Invista no seu desenvolvimento, amplie seus conhecimentos e desenvolva as habilidades necessárias para atrair e reter talentos com uma Pós Personalizada UNINASSAU.

 

Aqui você monta o curso ideal para o seu momento profissional e estuda 100% online com formação em até 6 meses, ou escolhe uma de nossas opções.

 

Esse é o jeito UNINASSAU de desenvolver você. 

 

Conheça nossos cursos e evolua do seu jeito.