Aproveite a última oportunidade de ingressar nas primeiras turmas com 20% de desconto

Fazer Teste

Faça nosso Teste Profissional e descubra o curso ideal para você!

Com dúvidas sobre qual área seguir?

Comunicação Não-Violenta: O que é e como praticá-la no seu dia a dia?

A comunicação é uma habilidade natural do ser humano, entretanto, se comunicar não é uma tarefa fácil. Durante a vida, essa competência passa por diversas fases e transformações, exigindo um aprendizado contínuo.

 

À medida que evoluímos e nossas relações se ampliam, passamos a reconhecer e entender qual é a melhor forma de se comunicar em cada situação. A Comunicação Não-Violenta (CNV) é um bom exemplo disso. 

 

Essa abordagem busca estimular um diálogo mais consciente e empática entre as pessoas. No artigo de hoje, vamos nos aprofundar nessa prática e descobrir colocá-la em prática no dia a dia. Continue a leitura.

Entendendo a Comunicação Não-Violenta

Foi inspirado pelos trabalhos de resistência não-violenta de personalidades importantes como Gandhi e Martin Luther King, que o psicólogo norte-americano Marshall Rosenberg, desenvolveu a Comunicação Não-Violenta.

 

Essa prática tem como objetivo estimular um diálogo mais compreensivo e colaborativo nas relações, sejam elas pessoais ou profissionais. Para isso, a CNV propõe 4 focos de atenção fundamentais para alcançar uma conexão mais empática e voltada para a resolução de conflitos.

 

Os 4 componentes da CNV são:

 

Observação

Neste foco, o objetivo é entender a situação antes de adotar qualquer postura defensiva ou de julgamento. 

 

Sentimento

Aqui, a intenção é avaliar como nos sentimos ao ouvir o que o outro está dizendo e observar como ele reage às nossas colocações.

 

Fazer uma análise honesta dos nossos próprios sentimentos é essencial para a construção de um diálogo não-violento.

 

Necessidades

Entender o que queremos e estamos buscando com essa conversa é fundamental para uma comunicação mais efetiva. Por isso, é preciso expor suas necessidades e ouvir a do outro também.

 

Pedido

Nesse foco, comunicamos de forma clara o que desejamos ao outro, solicitando a sua ajuda. 

 

Um pedido na CNV é uma oportunidade que damos para o outro de colaborar com as nossas vidas, sem que ele precise passar por cima de suas próprias necessidades.

5 livros para entender e praticar a Comunicação Não-Violenta

Para ajudar você a desenvolver essa comunicação na sua rotina, selecionamos 5 opções de leitura. Anote essas dicas:

 

  • Comunicação Não-Violenta: Técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais - Marshall Rosenberg.
  •  
  • Vivendo a Comunicação Não-Violenta: Como estabelecer conexões sinceras e resolver conflitos de forma pacífica e eficaz - Marshall Rosenberg.
  •  
  • Como se relacionar bem usando a Comunicação Não-Violenta - Thomas d'Ansembourg.
  •  
  • Ser bom não é ser bonzinho: Como a Comunicação Não-Violenta e a Arte do Palhaço podem te ajudar a identificar e expressar as suas necessidades - Cláudio Thebas.
  •  
  • Conversas Corajosas: Como estabelecer limites, lidar com temas difíceis e melhorar os relacionamentos através da Comunicação Não-Violenta - Elisama Santos.

Desenvolva as habilidades certas para a sua carreira

Na Pós Personalizada da UNINASSAU Digital, você monta o curso de acordo com as suas necessidades. O nosso modelo de ensino inovador permite que você escolha o nome da sua certificação e as áreas em que deseja se especializar.

 

Além disso, disponibilizamos certificações por área concluída. Ao finalizar cada uma das disciplinas da sua pós-graduação ou MBA, você recebe um Certificado de Competência da área, resultando em 12 certificações compartilháveis no LinkedIn.

 

A sua carreira merece um modelo pioneiro de ensino digital que acompanha a diversidade dos profissionais que estão no mercado. Esse é o jeito UNINASSAU de desenvolver você.

 

Conheça nossos cursos e evolua do seu jeito.

 

Faça um comentário